Assine nossa newsletter para saber de todas as nossas novidades!
Sexo: Já fez alguma viagem pela andarilho da luz? Como conheceu a Andarilho da Luz?
BUSCA
Destino
Destino
InternacionalPORTUGAL - Caminhos dos Xistos e Aldeias Históricas (15 a 26.10.2020)
Reserve Aqui!
Roteiro detalhado

Este roteiro poderá sofrer alterações sem aviso prévio.

15.10.2020
Dia 1: BRASIL | PORTUGAL (Lisboa)

Embarque com destino a cidade de Lisboa. 
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

16.10.2020
Dia 2: LISBOA | COIMBRA
Traslado privativo desde o aeroporto de Lisboa até Coimbra. 

"Quero mostrar-te Coimbra. Hás-de gostar. Partamos.
Dá-me o teu braço e vem daí comigo, vamos!"

Coimbra, uma cidade à beira-rio no centro de Portugal e antiga capital do país, alberga uma cidade velha medieval preservada e a histórica Universidade de Coimbra.
Construída no local de um antigo palácio, a Universidade é célebre pela sua biblioteca barroca, a Biblioteca Joanina, e pela sua torre do sino do século XVIII.
Na cidade velha encontra-se a catedral românica do século XII, a Sé Velha.
Locais a visitar - Seminário de Coimbra - Fado ao Centro. Se quiser escutar a música que melhor representa Portugal, não deixe de conhecer a casa fado ao Centro.
O grupo que toca Fado no recinto é formado por alunos e ex-alunos da universidade de Coimbra.
- Mosteiro de Santa Clara-a-Velha
- Mosteiro de Santa Clara-a-Nova
- Museu Nacional Machado Castro - Universidade de Coimbra Alta & Sofia
- Sé Velha de Coimbra - Igreja e Mosteiro de Santa Cruz- Portugal dos Pequeninos
- Arco e Torre de Almedina.
Hospedagem em hotel em Coimbra.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

17.10.2020
Dia 3: COIMBRA – ALDEIAS DE XISTO  | CASTELO DA LOUSÃ – CERDEIRA

11,8 km.
Após o café da manhã, traslado para Castelo da Lousã onde se iniciaremos a caminhada.
A Serra da Lousã, juntamente com a Serra do Açor e a Serra da Estrela, formam o mais imponente dos alinhamentos montanhosos de Portugal: a Cordilheira Central.
A Serra da Lousã constitui a extremidade sudoeste desta cordilheira. Sendo fundamentalmente xistosa e pré-câmbrica, é portanto geologicamente muito antiga.
Estas Serras fazem também a separação das bacias hidrográficas do Mondego e do Tejo.
A Serra da Lousã abrange os municípios de Lousã, Góis, Castanheira de Pêra, Miranda do Corvo e Figueiró dos Vinhos.
É profundamente sulcada pelas linhas de água, de que se destacam a Ribeira de Pena a norte, a Ribeira de S. João a noroeste, a Ribeira de Pera e a Ribeira de Alge a sul.
A este sobressai a crista quartzítica dos Penedos de Góis. Mas o seu ponto mais elevado é o Alto do Trevim a 1204 m.
Nos caminhos das suas matas os veados cruzam-se conosco ou fazem ouvir longe o seu bramar de cio. O corço também aqui ocorre, mas é mais difícil de observar.
Onde o Outono tem os tons das árvores folhosas. Alguns metros à frente, encontram-se as piscinas naturais de água límpida e fresca da Ribeira de São João em seguida vamos em direção do santuário da Senhora da Piedade, local de forte atratividade turística composto pela capela da santa Padroeira da vila da Lousã, a Nossa senhora da Piedade.
Ao deixar o Santuário vamos caminhando pela encosta chega-se à Aldeia de Xisto Talasnal, uma das mais bonitas da rota, onde se encontram casas muito bem cuidadas que se destacam com facilidade. Depois de uma visita à aldeia partimos em direção à aldeia do Vaqueirinho e seguindo as marcações vamos encontrando pelo caminho muros de xisto de forma mais abundante, os carvalhos, os castanheiros e as oliveiras.
Ao passar pela a aldeia da Catarredor estamos perto da Aldeia de Xisto do Candal, mais que um ponto de apoio, é um reconfortante porto de abrigo para quem sobe ou desce a serra.
Candal é muitas vezes considerada a mais desenvolvida das aldeias serranas e uma das mais visitadas. Na aldeia do Candal encontram-se marcas de sinalização do percurso que indicam o caminho até à Aldeia da Cerdeira, local onde termina o percurso.
Hospedagem em Cerdeira. 
Alimentação incluída: café da manhã+ picnic (lanche)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

18.10.2020
Dia 4: CERDEIRA | Subida ao baloiço de Trevim - 3 Km  | Tarde livre para experiências
Escondida num pequeno vale a 700m de altitude, a Cerdeira é uma Aldeia do Xisto secular em risco de desaparecer após o abandono da atividade agrícola, em meados do século XX.
Com cerca de 300 anos, a aldeia foi sendo construída por gente corajosa, agricultores que tiravam daqui o seu sustento, e que mesmo a tendo deixado em busca de uma vida melhor para as suas famílias, com regularidade a vêm visitar mostrando o seu carinho.
Hoje, a Cerdeira tem novas estórias para contar de novos habitantes que com persistência e vontade voltam a dar vida e sentido a este lugar, de homens e mulheres que com sabedoria recuperaram as casas e lhes adicionaram o conforto merecido no século XXI, de hóspedes que escolhem a aldeia para passarem aqui as suas férias e de artistas de todo o mundo que a procuram em busca de inspiração.
Atualmente, faz parte das 27 aldeias que integram a rede das Aldeias do Xisto.
Após o café da manhã iremos realizar um pequeno passeio ao Baloiço de Trevim.
Construído pelo projeto Isto é Lousã, este baloiço fica no Alto de Trevim, o ponto mais alto da Serra da Lousã, no distrito de Coimbra.
Durante a tarde iremos ter várias experiências, como fazer figuras em cerâmica, iniciação da roda de oleiro ou ainda Talha em madeira de castanho ou construção de casinhas de xisto em miniatura.
A noite iremos ter a oportunidade de um programa de degustação de produtos regionais confeccionados por um chef Português.
Hospedagem em Cerdeira. 
Alimentação incluída: café da manhã 
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

19.10.2020
Dia 5: Casal de São Simão | Aldeia de Xisto → 5,1 km

Durante o café da manhã, iremos ver o resultado das obras artísticas do dia anterior.
Após o café da manhã, teremos um traslado para a Aldeia Casal de São Simão (50 km)
Onde vamos percorrer o Caminho de São Simão. É um percurso sinuoso que permite conhecer os locais de maior beleza na envolvente da aldeia. 
Após descer pela rua principal da aldeia, o trilho leva-nos em direção à Ribeira do Fato, onde pequenas quedas de água, pintalgadas pelo verde da paisagem ribeirinha.
Esta permite-nos optar por um percurso mais curto (total de 2,7 km), atravessando a Ribeira de Alge na povoação de Além da Ribeira e reencontrando o percurso principal. Se preferirmos o percurso mais longo (5,1 km), continuamos por desníveis em direção à povoação de Saonda, passando por um antigo moinho de água. 
Seguimos agora por uma antiga levada nas margens da ribeira até à povoação de Além da Ribeira, onde os habitantes ainda utilizam as azenhas para moer os cereais. Mais à frente estão as imponentes Fragas de São Simão, grandiosas escarpas rasgadas pela força da água. No verão, as límpidas águas da praia fluvial são um convite a um banho refrescante. 

Depois de contemplada a beleza deste local, rico em floresta laurissilva, é tempo de continuar o caminho em direção ao Casal de São Simão. Ruínas de um antigo povoado, antigas azenhas e levadas antecedem a maior mancha de sobreiros do concelho que envolve o trilho na íngreme subida final até à aldeia.

No final da trilha teremos um almoço no restaurante Varanda do Casal, onde podemos desfrutar de belas paisagens da região bem como de pratos tradicionais do centro de Portugal. (almoço não incluído)
Traslado para Portela da Cerdeira.
Alimentação incluída: café da manhã + picnic (lanche)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

20.10.2020

Dia 6:  Benfeita  - Caminho do Xisto da Benfeita – A frescura das Cascatas→ 10,4km 
A Aldeia da Benfeita possui um conjunto de pontos de interesses únicos, como é o caso da Torre da Paz e o simbolismo que lhe está associado.
Destacam-se também a Igreja Matriz, os seus arruamentos tradicionais e a praia fluvial. 
A Loja Aldeias do Xisto e a Casa-Museu Simões Dias permitem o contato com o patrimônio cultural e histórico local, bem como com o artesanato produzido na Freguesia, de que as colheres de pau, o vestuário em feltro e as casinhas de xisto são as principais referências. 
O Núcleo Museológico dos Pardieiros, permite conhecer as vivências rurais desta população, representadas por um vasto conjunto de instrumentos utilizados antigamente nas práticas agrícolas e florestais.
Nesta aldeia pode ainda saborear a gastronomia local, com destaque para o cabrito, a chanfana, o bucho de Vila Cova do Alva e a tigelada. Grande parte da área da Freguesia está inserida na Área de Paisagem Protegida da Serra do Açor. 
O Caminho do Xisto da Benfeita é um percurso circular, partindo do centro desta aldeia. O sentido aconselhável é o que sai em direção ao vale da Ribeira do Carcavão (anti-horário). Entramos num estreito trilho, ao longo da margem da ribeira, e tomamos contato com pequenas, mas fantásticas quedas de água, bem como com as transformações da paisagem, fruto da ação secular do Homem. Dado o forte declive desta zona, é necessário deixar as margens da Ribeira e subirmos por antigas veredas rurais, com inúmeras escadas em pedra, pelo que devemos ter atenção redobrada.
A fase de subida termina pouco depois da passagem por zonas em que a água trilhou o seu percurso pela rocha. Uma vez no cimo da crista rochosa, a vista que se alcança sobre todo o vale é deslumbrante. Cruzamos uma estrada asfaltada e abordamos a aldeia do Sardal por um trilho suave contornando a encosta.
Após a passagem pelo interior da aldeia, onde podemos retemperar forças e energias, iniciamos a descida, utilizando caminhos e levadas estreitas mas bem definidas.
Já em plena área de Paisagem Protegida da Serra do Açor encontramos a derivação (opcional) para uma descida curta à Fraga da Pena, zona de cascatas impressionantes.
Continuando em frente, atingimos a aldeia de Pardieiros, onde existem serviços de apoio, sendo aconselhável a visita ao núcleo museológico de temática rural. A partir daqui, retomamos a descida para a Ribeira da Mata, ao longo da qual se fará o regresso à Benfeita, num ambiente em que a prática agrícola e o aproveitamento dos campos marcam a envolvente do percurso. 
Pontos de interesse e a distância ao ponto de partida:
 1 - Fonte - 1500m 
2 - Fonte na Aldeia do Sardal- 4700m
3 - Cascata na Fraga da Pena - 6380m
4 - Núcleo Museológico de Pardieiros - 7250m 
5 - N. Senhora das Necessidades - 9250m 
Alimentação incluída: café da manhã 
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

21.10.2020
Dia 7: PIODÃO → Rota Circular - 6,9km 
Enquanto percorremos a Serra do Açor, ao mesmo tempo que nos deixamos encantar pelo aspecto majestoso e puro da paisagem, a curiosidade e a impaciência invadem-nos.
Piodão teima em permanecer escondido para, inesperadamente, deslumbrar com a sua arquitetura, que tão bem exemplifica a capacidade que temos para de forma harmoniosa nos adaptarmos aos mais inóspitos e também mais sublimes locais.
Como se de um presépio se tratasse, as casas distribuem-se em redor dos socalcos, nas quais pontuam o azul e o xisto, por entre sinuosas e estreitas ruelas, que em cada canto escondem a história da Aldeia Histórica de Piódão.
Hospedagem rural na Aldeia das Dez. 
Alimentação incluída: café da manhã + picnic (lanche)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

22.10.2020
Dia 8: ALDEIA DAS DEZ | Rota Imperial - 11,7 km
Com início no Largo Alfredo Duarte em Aldeia das Dez, o percurso pedestre Rota Imperial vai levá-lo em direção a Vale de Maceira. A passagem pela casa do “S”, em direção à ribeira, é feita por um antigo trilho que o guiará até ao Santuário de Nossa Senhora das Preces e ao Jardim Botânico.
Ao seguir, em direção a Chão Sobral, pelo caminho velho para o Piodão, sustenha a respiração porque vai ser assombrado por uma vista espetacular sobre a Serra da Estrela.
Em Chão Sobral, a saída da aldeia faz-se por ruas pequenas e estreitas. Passando por ribeiras e vales, vai chegar à antiga Ponte Medieval de Alvôco das Várzeas. Aí, há que continuar sempre junto ao rio Alvôco até à Aldeia das Dez.
Hospedagem rural na Aldeia das Dez. 
Alimentação incluída: café da manhã + picnic (lanche)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

23.10.2020

Dia 9: TERMAS DE PEDRO DO SUL – CASA SANTAR 
Após café da manha traslado para S. Pedro do Sul para dias de relaxamento no centro de Termas mais importante de Portugal, pelo caminho ainda fazemos a uma casa vinícola bem conhecida, Casa do Santar. 
As Termas de S. Pedro do Sul são as principais termas de Portugal e uma das maiores da Península Ibérica. Abertas durante todo o ano, dispõem de dois balneários termais que dão resposta a diferentes valências: termalismo terapêutico, fisioterapia e bem-estar termal.

Numa época em que os tratamentos à base de produtos naturais e os conceitos de saúde e bem-estar ganham cada vez mais popularidade, a utilização de águas termais representa uma alternativa segura e eficaz face às modalidades terapêuticas convencionais. Os estudos científicos que têm vindo a ser realizados destacam o papel fundamental da composição química, nomeadamente dos sais minerais e oligoelementos presentes neste tipo especial de águas minerais.
Marque encontro consigo e banhe-se nestas águas únicas, capazes de revitalizar corpo e mente. Deixe-se encantar. Visite as Termas de S. Pedro do Sul!
A Casa de Santar foi fundada no final do século XVIII, mais precisamente em 1790, e é hoje uma das marcas mais emblemáticas do Dão, fruto da sua história e dimensão e do prestígio e elegância dos vinhos aqui produzidos.
Sendo a propriedade vinícola mais icônica do Dão, os vinhos desta nobre casa são reconhecidos pela sua tradição, autenticidade e nobreza, razões que tornam esta marca do Dão tão especial e conhecida pelos seus 200 anos de história.
A propriedade está ligada à mesma família há 13 gerações e a adega merece um passeio adequado: da adega à sala de fermentação com cubas de aço inoxidável, passando pela sala de envelhecimento do vinho, onde os vinhos tintos e alguns brancos descansam em francês barris de carvalho e onde podemos encontrar o destaque desta sala, o alambique de cobre incrivelmente antigo. 
Hospedagem Termas de São Pedro do Sul. 
Alimentação incluída: café da manhã
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

24.10.2020
Dia 10: DRAVE -  Aldeia Mágica – 8,35 km 
Drave é a verdadeira «aldeia mágica», e a única forma de chegar até lá é, precisamente, através deste percurso. Aparentemente perdida na montanha, sem habitantes, atravessada pela ribeira de Palhais, tudo aqui se aproxima do estado puro e intocável.
O percurso começa em Regoufe, cujas histórias vai querer desvendar.
Hospedagem em São Pedro do Sul. 
Alimentação incluída: café da manhã + picnic (lanche)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

25.10.2020
Dia 11: PASSADIÇO DO PAIVA | 8 km
O rio Paiva é um dos rios mais limpos do mundo e foi considerado na década de 90 o rio menos poluído da Europa. Embora muito tenha acontecido desde então, o rio Paiva continua a ter um caudal bastante limpo, com água pura nesta secção e é considerado por muitos dos amantes da natureza, o rio mais bonito de Portugal.
Com tantos títulos e elogios, não podíamos deixar passar em branco a oportunidade de conhecer o vale do Paiva. Uma surpresa os passadiços do Paiva!
Hospedagem em hotel no Porto. 
Alimentação incluída: café da manhã + picnic (lanche)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------

26.10.2020
Dia 12: PORTO | BRASIL 
Transfer para o aeroporto (incluso no programa).
Embarque para o Brasil. 
Fim dos nossos serviços. Muito obrigado (a)! 
E não esqueça de registrar suas experiências memoráveis. 

Este roteiro poderá sofrer alterações sem aviso prévio.

SANTIAGO DE COMPOSTELA | Valença a Santiago | EM GRUPO | 117km - 19 a 29 de abril 2021

11 dias e 10 noites

Peregrinar promove encontros: Consigo mesmo, com pessoas e com as diversas possibilidades de experiências e vivências no caminho.Santiago de Compostela foi ao longo de todo o segundo milênio, a grande confluência da rede viária euro [...]

Saiba mais 
PARQUE ESTADUAL DO RIO PRETO | Reveillon 2021 | 22 anos Andarilho da Luz

6 dias | 5 noites

REVEILLON 2021 EM MINAS GERAISQue tal uma IMERSÃO DE EXPERIÊNCIAS E OLHARES num dos mais belos Parques de Minas Gerais? É com muita alegria que os diretores, Cirlene e Marcus, te convidam para esta viagem com [...]

Saiba mais 
MACHU PICCHU | Cultural em Grupo 2020 | 05 A 12.09.2020 | 8 dias

8 dias | 7 noites

Um roteiro cultural especial para quem deseja conhecer as maravilhas da Cultura Inca.Neste programa visita-se Machu Picchu, a cidade de Cusc [...]

Saiba mais 
SANTIAGO DE COMPOSTELA | Ponte de Lima a Santiago | 05 a 17 Outubro 2020 | Em GRUPO - 155km

13 dias | 12 noites

Peregrinar promove encontros: Consigo mesmo, com pessoas e com as diversas possibilidades de experiências e vivênci [...]

Saiba mais 
©2020 ANDARILHO DA LUZ Todos os direitos reservados.
Reserve Aqui!
APARTAMENTO ESCOLHIDO:INDIVIDUALDUPLOTRIPLO